Direção

 

Cristiane Elia de Marsillac

Presidente

 

 

Com sólida carreira como executiva de Navegação e Portos em grandes companhias no Brasil, onde atua há mais de 25 anos, Cristiane de Marsillac foi CEO (Chief Executive Officer) da Mercosul Line/CMA CGM Group (2016-2020), diretora executiva na Prumo Logística (2014-2015), diretora executiva na Bravante (2012-2014), sócia e diretora geral da Dock Brasil Engenharia e Serviços Ltda. (2010-2012). Na Vale, ocupou o cargo de gerente geral de Projetos Estratégicos na Área Ferroviária (2006-2009) e de diretora da Docenave e DCNDB (2003-2006). Graduada em Engenharia Naval pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com mestrado em Transporte Marítimo (UFRJ), MBA em Engenharia Econômica e Administração Industrial (UFRJ) e capacitações em programas de formação executiva promovidos por instituições de ensino no exterior como MIT Sloan (2004), nos Estados Unidos, e IMD (2005 e 2006), na Suíça.

 

Gustavo Raposo

Diretor Financeiro

Graduado em Engenharia Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Raposo é Mestre em Engenharia de Produção e Doutor em Engenharia Elétrica pela PUC-Rio. Participou de Programas de Liderança Sênior na Chicago Booth, nos Estados Unidos, e no IMD, na Suíça. Possui sólida carreira na área de Gestão de Riscos e Finanças, tendo ocupado os cargos de gerente executivo de Riscos Empresariais na Petrobras (2017-2019), diretor executivo de Finanças, Contabilidade e Tributos na Icatu Seguros S.A. (2014-2017) e Head of Middle Office da BG Group, no Reino Unido (2013-2014). Entre 2005 e 2013, trabalhou na Vale, no Brasil e na Suíça, onde ocupou funções variadas, como gerente geral, especialmente em Gestão de Riscos e Finanças.

Luiz Eduardo Valente

Diretor de Serviços 

 

Graduado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Luiz Eduardo Valente Morais é pós-graduado em Engenharia de Processamento de Petróleo pela UFRJ. Possui MBA Executivo pela COPPEAD (UFRJ). Iniciou sua carreira na Petrobras em 1980, onde atuou como gerente geral da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar/PR), de Tecnologia de Refino no Abastecimento (Edise/RJ), da Refinaria Henrique Lage (Revap/SP) e da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Bahia (Fafen-BA). Ocupou também a função de gerente executivo de Gás-Química e Liquefação na área de Gás e Energia, de gerente executivo corporativo de SMS e de gerente executivo na área Industrial/RGN. Na Braskem, na qual a Petrobras tem participação acionária, foi diretor do Projeto Conperj Fase II e vice-presidente de Investimentos e Tecnologias Digitais.

 

Benício Antunes

Diretor de Dutos e Terminais

 

Graduado em Engenharia Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Marcos Benício Pompa Antunes ingressou na Petrobras em 1981, no antigo Departamento de Transportes (Detran), setor então responsável pela logística de petróleo e derivados. Ao longo de 39 anos na área, passou por diversas unidades da companhia no Brasil e no exterior, atuando, entre outros, como diretor-presidente da Petrobras Argentina e diretor-presidente da Petrobras Bolívia. Assumiu a Diretoria de Dutos e Terminais da Transpetro em janeiro de 2020. 

 

Jair Toledo

Diretor de Transporte Marítimo

 

Graduado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Jair Toledo ingressou na Petrobras em 2007, na área de Exploração & Produção. Participou e liderou projetos de desenvolvimento da produção de óleo e gás, em passagens pela Unidade de Operações da Bacia de Campos (UO-BC) e Polo Pré-sal. Atuou como diretor-presidente da Petrobras Logística de Exploração e Produção (PB-Log) no período entre julho de 2017 e dezembro de 2019.

 

 

 

 


O presidente e os diretores atuam na Sede da companhia, situada na Avenida Presidente Vargas, 328, Centro do Rio de Janeiro, e atendem pelo telefone (21) 3211-9000. Os endereços e e-mails não são divulgados para possibilitar que as manifestações sejam centralizadas nos canais oficiais da Ouvidoria-Geral, possibilitando a isenção e seu melhor tratamento, conforme artigo 5o § 1o. do Decreto 7724/2012.